sábado, 16 de janeiro de 2016

É NOITE LÁ EM CASA


É  noite  lá em  Escada
Os  teus  filhos
Aqueles  que  a  Virgem  Mãe  de  Deus  abençoam
Voltam  pra  casa  e  se  aninham   para  dormir
É  noite  lá  em  casa
Lá  fora  faz  frio  e  aqui  dentro,
Mesmo  de  portas  fechadas  o  frio  é   o  mesmo
O  friozinho  de  Escada
Só  tem  lá,  em  Escada
É  noite  lá  em  casa
É  noite...  Lá  em  Escada
A  Igreja  Matriz  dorme,  as  ruas  dormem...
A  minha  cidade  dorme...
E  meus  encantos  por  ti... 
Despertam...
Passeiam...
Vagueiam... 
Pelas  ruas  adormecidas 
No  silêncio  das  tuas  noites  frias  de  amor...
É  noite ...
Lá  em  Escada ...
Até  o  sino  da  Matriz  dorme
Frio...  gelado...  orvalhado...
Para  amanhã  despertar  um  novo  chamado
É noite...  ...
Lá  em  Escada


Ant.  Andrade

JUL,  2012

2 comentários:

  1. Saudades de sua terra natal, mas a poesia acalenta essas emoções de forma magnífica.

    ResponderExcluir