quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

ENCRUZILHADA DA MINHA VIDA



Recife,  meu  Recife.

Vida,  minha  vida.

Amigos  e  paixões  inesquecíveis.

Encruzilhada  da  minha  vida...

Avenidas  dos  meus  caminhos...

Lugares  por  onde  andei

Encruzilhada  de  amores  que  se  faz  cantar...

Ainda  escuto  o  teu  chamado,  Recife...

Meu  coração  ainda  bate

Ritmado,  no  compasso  do  teu  frevo

Ecoam  ainda  os  baques  dos  teus  Maracatus

E  tuas  cirandas...  Recife...

Ainda  embalam  meus  sonhos...

Recife...

Eu  nunca  deixei  de  te  escutar...



Ant.  Andrade
SET. 2012





Um comentário:

  1. Achei sempre que você era metido a compositor...mas és um poeta completo !Essa poesia, reportou-me ao tempo em que a gente perambulava pelas ruas após as aulas e depois tinha aquela paradinha na AkiDisco para ouvirmos os hits do momento...My sweet Lord, Have you ever seen the rain...e outros. São lembranças maravilhosas !

    ResponderExcluir